O quarto de vestir.

Atualizado: Jan 9


E que raio vem a ser isso perguntam vocês? Vivemos no século anterior agora de repente? Nop, nada disso.

Mas como boa dona de casa (not) comecei a ver a Marie Kondo no netflix e comecei a dar por mim arrumar tudo a toda a hora. E foi então que mais atenta e consciente à organização da casa me deparei com o meu maior problema de todos. Aquele momento crucial que separa um quarto (e uma casa em geral) arrumada, com uma cena saída da segunda guerra mundial. A hora do banho.

É que sejamos realistas, com dois filhos com 9 e 6 anos já não se dá banho propriamente, manda-se para o banho. E apesar de adorar a independência dos meus filhos e de achar que enquanto eles tomam banho eu consigo fazer toda uma panóplia de coisas a verdade é esta : em vez de 30m demoram 1h e meia, em vez de despachar ''coisas'' cá em baixo estou aos berros escada a cima para se despacharem, para porem o amaciador, para não se esquecerem das meias, já para não falar de quando descem as escadas e voltam recambiados para cima, porque das cinco tarefas que lhes tinha dado, vem uma e mal feita.

Por isso, e nesta nova esperança de um eu mais Kondo (entenda-se a guru japonesa das casas felizes), resolvi agarrar o problema pelo colarinho e espetado contra a parede, resolver isto de uma vez por todas, boa?

Tinha um espaço antes da casa de banho, uma espécie de antecâmara, que servia basicamente para isto :

para nada portanto.

Para uma cómoda com... tralha. Coisas que não tivemos paciência/coragem/vontade de ver nas mudanças e acabou por ficar escondida aqui. Típico.

Mas não queremos mais nada disso. Queremos organização, disciplina e o menos de ''coisas'' possíveis. E dado que nos íamos desfazer desta tralha porque não fazer disto um quarto de vestir?

Pensem comigo: se os 3 se vestirem e despirem aqui, se eu conseguir estar a tratar da Luisa enquanto um toma banho e o outro se veste tudo numa divisão é muito mais fácil de controlar, certo?

Certo. E além de todo isto, agora no inverno e nestes dias gelados, aqueço este espaço em vez de aquecer três quartos para os banhos.

E como tornar isto acolhedor?

Simples:

1 - Comecei por pôr uma cómoda maior que encaixa muito melhor no espaço - grande dica de styling é que nem sempre um espaço pequeno pede peças pequenas.

2 - Nesta cómoda só existe o que faz sentido para este espaço; Pijamas, fraldas da Luísa, meias de andar em casa, chinelos e produtos de beleza incluindo a colecção de bandoletes da Leonor (save me...!)

3 - Comprei uma mala e uma caixa na Zara Home em saldos e usei a bala para debaixo da cómoda com pantufas e outras coisas que tais e uma caixa redonda que usei para por os cremes - Também uma boa dica é ter um espaço onde por e tirar as embalagens desta forma volta sempre tudo a um sitio especifico e não fica desarrumado nem espalhado!

4- Espaço de muda fraldas para a Luísa.

5 - Um tapete básico e barato do Ikea com o meu toque de um tapete de pelo em cima ( não resisti).

6 - Um banquinho, literalmente porque é mínimo para dar apoio.

*Um truque que uso muito é: quando a caixa não tem altura para os cremes ou para as escovas etc... usar a tampa quase como um tabuleiro de apoio.

E ainda consegui esconder atrás da porta o cesto da roupa suja, em vez de haver 2 cestos um em cada quarto há apenas um aqui - perfeito!

Ahh e sim, está organizado em modo Marie Kondo.