top of page

Fugir à vontade! (ou uma mesa não festiva)

Nesta altura do ano ( como se não me acontecesse sempre) fico demasiado entusiasmada com as festividade! Apetece-me, literalmente, fazer um evento de cada dia da semana. É que estamos naquele limbo chato, que não é carne nem é peixe. Não é natal, mas também já sabe a tal.

Quero festa. Quero mesas postas, lindas e cuidadas, quero razões para inventar centros de mesa, quero fitas, flores, velas .... ufa. Quero natal, passagem de ano, tudo a que tenho direito.