Antes e depois - A Lavandaria!

July 30, 2018

Tal como prometido, aqui vai o antes e depois da lavandaria!

 

 

 

Custou mas foi. E custou porquê? Porque andava meio indecisa sobre que cor escolher. Sabia que queria um tom escuro, afinal haverá melhor local para arriscar?

 

Andei muito tempo à volta dos verdes (que são os tons chave desta casa) mas queria ir mais longe.  Queria arriscar mais, escolher um tom escuro marcante mas que fosse bem com o verde água das portas (porque também existe uma porta verde água na lavandaria!).

 

Depois de babar todos os verdes do catalogo Color Revelation  que foi a paleta que me inspirou para toda a casa, resolvi virar a pagina (literalmente) e ver bem a secção dos azuis. E... lá estava ele a olhar para mim, o ''Blue Mountain''.  Já tinha trabalhado com esta cor no projecto do programa '' Agora o que é que eu faço'' para a SIC e adorei, mas num âmbito bem diferente! Era um quarto infantil no qual o tom caía na perfeição, mas e porque não numa lavandaria? Será que resulta?

 

O espaço é mínimo, com um chão péssimo que não ia mudar agora, por isso a cor era importantíssima para ''renovar'' o ambiente por completo.

 

 

Blue Mountain #E704 - VINYLCLEAN em Mate da CIN

 

> Super lavável 
> Elevada resistência a brilhos e marcas
> Resistente ao desenvolvimento de fungos e algas (Muito importante para uma lavandaria!)

> Rendimento: 10-15 m²/L/demão

 

 

Para ter a certeza que ficava tudo impecável comecei por dar uma demão de primário em todo o espaço - é sempre importante mas em cores escuras é fundamental para não ficar com um acabamento pouco uniforme. 

 

  Com cores escuras, não vale a pena arriscar. A chave é ir fazendo as juntas com uma trincha mais estreita e e depois preencher o resto da parede com um rolo. Levam o vosso tempo mas o importante é que fique bem feito. Esta tinta pinta muito bem e não requer grande esforço por isso não há desculpas!

 

 

 

Depois de pintada a primeira demão esperei cerca de 24 horas para dar a 2ª. O resultado ficou espetacular e para mim ninguém me tira da ideia que o mate é sempre mais especial. Por norma o problema é não ser lavável mas este Vinyl é igualmente fácil de lavar e com o mesmo efeito mate que adoro!

 

Depois desta cor ma-ra-vi-lho-sa, tinha que rematar este makeover com pormenores simples, com materiais naturais e muito boa onda!

 

Numa lavandaria o maior problema para mim, são mesmo as máquinas - FYI designers de produto dá para inventarem uma cena linda ? - para contornar este problema sem perder rios de dinheiro, resolvi comprar uma placa de contraplacado de madeira e mandei cortar uma peça com a largura total das máquinas e duas peças com a altura das máquinas. 

 

Desta forma criei um U em madeira que me tapou as maquinas da forma possível.

 

 As placas foram presas por um pequeno prego - atenção isto não vai levar com água nem tem que sustentar pesos por isso não é suporto ser um material hiper resistente - e faz toda a diferença! 

 

 

Para fazer um melhor aproveitamento de custos, e porque acho que este azul ('Blue Mountain'') ganha imensa força contra esta cor de madeira. Usei os desperdícios do corte da madeira, para fazer 2 prateleiras - 1 comprida e 1 mais quadrada. Apenas com estes pedaços e 4 suportes de ferro comprados avulso consegui criar uma imagem clean e bem consistente. 

 

 

 O resultado perguntam vocês? 

 

 

 

ANTES (peço desculpa aos OCD's por aí)

 

 

O DEPOIS : 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Paris, o que vem, o que vai e o que fica.

January 27, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes